• Beleza
  • Cultura
  • decoração
  • DIY
  • Moda
  • Receitas
  • Videos
  • junho 9, 2012

     
            Não é apenas no verão que o cabelo exige cuidados para manter a saúde. No inverno, as madeixas também pedem cuidados básicos importantes, pois as temperaturas mais baixas tendem a ressecar os nossos fios. Pensando nisso, elaborei alguns tópicos bem simples para ajudar você que sofre com caspa, cabelos secos e usa chapinha com algumas dicas básicas para usar não só no inverno, mas em todas as estações do ano! 
    Caspa e advertências!
            O clima seco da estação favorece o aparecimento desses pontinhos brancos chatos (e nojentos) na cabeça. Para diminui-los, a dica é lavar os cabelos todos os dias (se o frio não deixar, lave pelo menos dia sim e dia não), com shampoo anti-caspa. Pode ficar tranqüila, ele não vai ressecar o seu querido cabelo. As novas fórmulas do mercado prometem deixa-lo lindo de novo!
    Advertências: Pare agora ou tenha caspas para sempre!
    – Pare de usar uma porção do produto demais (o ideal é usar o equivalente a uma moeda de um real).
    – Pare de dormir com as madeixas molhadas! Todas nós, ao menos uma vez na vida, pecamos nisso. Além de estimular a proliferação dos fungos (caspa, eca!), ao acordar o seu cabelo provavelmente estará no Bad Hair Day. Pare já!
    – Adiar o dia de consulta no Dermatologista. 
            Além das dicas a cima, o seu dermatologista irá indicar tratamentos e produtos melhores para você.
    Sugestões para combater este mal:


    Hidratação nossa de cada semana  

            Uma das maiores causas do cabelo danificado, ressecado e com pontas duplas é a falta de hidratação.  Você não precisa gastar fortunas no salão de beleza toda a semana! Hidratações caseiras dão sim resultado, basta ser bem feita.

            Com a estação fria, o que queremos mesmo é um banho quentinho, quase fervendo. É uma delícia e super-relaxante, mas a nossa pele e cabelo não concordam com isso! A água quente aumenta a oleosidade da nossa pele, podendo aparecer mais espinhas nas testas e costas. Além disso, ao tomar banho com água quente, as cutículas dos fios se abrem e o nosso querido cabelo fica com um aspecto áspero. Assim, os produtos que temos em casa acabam não funcionando muito bem, tirando o efeito duradouro.

            Não é por isso que vocês vão morrer congeladas num banho frio em pleno 10ºC ou menos (Alô, gurias da região Sudeste/Sul!). Tome normalmente, mas na parte de lavar/hidratar o cabelo, opte pela água morna indo para a fria. O seu cabelo agradece!

       Lembre-se sempre desta ordem: Shampoo + Creme hidratante + Condicionador.

             Se o seu cabelo é muito oleoso, o ideal é passar o creme hidratante apenas nas pontas.As madeixas molhadas ficam bem mais frágeis, por isso o recomendado é usar um pente com dentes mais largos para desembaraçar os fios aos poucos. Nada de ser impaciente e quase espancar o seu cabelo! Desembole os fios com calma e, de preferência, ainda no banho antes de coloca-lo na touca enquanto você se ensaboa e canta aquelas músicas que estão no topo da sua playlist. Assim, depois de terminar a hidratação e passar o condicionador, você só vai precisar pentear um pouquinho, e pronto.


            NUNCA prenda os cabelos molhados
    . Além de deixa-los com um cheiro não muito agradável, os fios tendem a quebrar quando estão presos úmido.


            O uso excessivo do secador, chapinha e baby liss pode danificar os fios, deixando-os frágeis, ressecados e quebradiços (Além de aparecer a famosa e indesejável ponta dupla). Lembre-se de manter o secador numa distância mínima de 15cm dos fios para não quima-los. 

            Não se esqueça, também, do protetor térmico para blindar as madeixas do calor excessivo do calor da chapinha, secador e baby liss! Ah, evite o máximo que você puder desse trio, por experiência própria, sei como eles danificam o cabelo.

            Uma ótima opção para quem gosta do cabelo ondulado e é viciado em baby liss, é prende-los secos, enrolando toooodo o comprimento e fazendo um coque. Deixe por um tempinho e quando for sair, solte. As mechas ficaram lindas, definidas e naturais. Se realmente precisar, alise apenas a franja.

            Ufa, que post grande! Espero que vocês usem e abusem das dicas deixadas aqui e que gostem do meu post de estréia no blog! Como vocês cuidam do cabelo? Tem alguma dica especial para dividir com a gente? Comentem!

    junho 8, 2012

             Deu-me uma tremenda vontade de correr pra bem longe dali, de cuspir em você todo o amor que eu te dei, mas acima de tudo de te odiar e esquecer-me completamente da sua existência. Você sempre tão viril, másculo, galanteador, me fez entender de uma forma tão clara e única que eu era especial pra você. Fez sim.

             Então depois de um tempo, eu fiquei a esperar um telefonema, uma sms, um sorriso diferente, um sinal qualquer no qual você me dissesse: “olha, eu ainda estou com você”.

             Eu, tola, ficava te procurando das formas mais indiretas possíveis, pra demonstrar, de uma forma bem sutil, que você poderia vir até mim, pois eu estaria tão perto, acessível pra você. Só pra você. Pro teu sorriso branco, pro teu olhar penetrante, pro teu abraço protetor, pra tua mania de rir das minhas neuras, pra forma como você me tomava pelos braços me deixando sem reação alguma, para todas as suas façanhas de sedutor.

             Então, durante o tempo que me fazia de inacessível, ainda em crença que iria receber uma daquelas tuas mensagens de “Bom dia”, eu te vi. Eu te vi de uma forma que me chocou, de uma forma como eu não estava preparada pra ver. Você estava lá, acompanhado, caminhando de mãos dadas com ela pela rua, tão risonho, que me deu vontade de te gritar dali mesmo “OLHA, DÁ PRA GUARDAR A PORRA DO SORRISO PELO MENOS QUANDO EU NÃO ESTIVER AQUI? JÁ DEU PRA ENTENDER QUE VOCÊ FICA BEM SEM MIM, NÃO PRECISA GARGALHAR TÃO ALTO!”.

             Mas havia uma parede de vidro entre nós, você jamais me ouviria e talvez, ainda que ouvisse, não se importaria. É, acho que é essa mesma o  verbo: “importar”, você não se importa mais, mais nenhum pouquinho comigo e meus dramas, exageros, afobamentos. Toda essa coisa tão juvenil que se mantêm viva em mim e que você deixa ainda mais desperta.
             Olha, eu não vou gritar, não vou cuspir, não vou fazer uma musica pra você, nem lhe cantar uma serenata. Eu simplesmente vou, como quem não quer mais olhar pra trás. Como quem já perdeu o que tinha pra perder e segue em frente, sem muita fé de que vai conseguir seguir. Mas vou. É, eu vou. Sem conseguir me desprender das tuas frases feitas, da forma como você se despedia de mim. De você. Do teu beijo. Sem conseguir entender porque eu não separei em nenhum momento gentileza de sentimento, ou mentira de sinceridade.

    junho 8, 2012

     A cor desse inverno é o burgundy, bordô, vinho ou como você quiser chamar. É uma cor classica, então é otima para montar looks mais “arrumados sem muito trabalho”, combina com todos os tons de pele, é uma cor super facil de combinar com diversas outras cores e estampas.

    Quem tem medo de ousar na paleta de cores, pode apostar no branco, preto e cinza, você jamais vai errar! Mas se você é mais ousada, tons de mostarda/amarelo com burgundy casam super bem (as meninas mais timidas devem passar longe dessa combinação, já que vai chamar bastante atenção).

     É uma otima opção para quem quer deixar o preto de lado um pouco mas quer usar cores escuras e para quem quer dar mais elegancia ao look. A paleta de cores que combinam com o burgundy é bem ampla, então você pode variar bastante na hora de montar seu look.

     Quer mais inspirações? O lookbook tá cheio de inspirações incriveis! Vale super a pena olhar o site e se apaixonar pelos looks lindos que tem por lá.

    Instagram

    Design por Susan Santos | Programação por Sara Silva subir