O Diretor De O Mundo É Feito Doutor 'honoris Causa' 1

O Diretor De O Mundo É Feito Doutor ‘honoris Causa’

A universidade San Ignacio de Loyola, Edward Roekaert. O jornalista agradeceu a escola San Ignacio de Loyola, uma distinção que lhe permitiu empreender “uma viagem de pesquisa de uma identidade compartilhada” e que enche seus “desejos de utilidade e transcendência”. Ele explicou que lhe enche de orgulho o acontecimento de que no Peru tenham sentido de seus editoriais e os trinta anos de trajetória profissional à frente de jornais como “Diário 16′ e O Mundo.

Pro diretor de O Mundo só de uma trajetória de importância e clareza permite que os leitores ter fé em um meio ainda nas situações mais extremas. No decorrer nesse caminho, explicou que um jornal se ganha uma marca, que definiu como um compêndio de atributos ideológicos, éticos e estéticos que marcam a diferença.

Na véspera pra esta discernimento, o jornalista espanhol manteve um encontro com o presidente peruano, Alan García, e com diretores de meios de intercomunicação do estado latino-americano. Personalidades como os ex-presidentes Álvaro Uribe, Alejandro Toledo e José María Aznar foram alguns dos líderes ibero-americanos distinguidos por este mesmo prêmio.

  • Alejandro Hernández Mosquera (2012-2018)
  • 1 Hanoi se prepara
  • 4 Sala Principal
  • um Antecedentes remotos

O diretor de O Mundo ter sido o primeiro jornalista. Sua discernimento, às portas das eleições presidenciais de 2011, tem o objetivo de incentivar no brasil “jornalistas empreendedores, globais, comprometidos com a liberdade, com a verdade e conscientes dos desafios e possibilidades do estado”, explicou Edward Roekaert. Os peruanos, de acordo com as pesquisas, dão aos seus meios de comunicação percentagens de importancia que não ultrapassam 20% devido ao ainda recente que me lembro dos ‘vladivideos’. Nestes videos filmados com câmera escondida por Vladimiro Montesinos, o “irmão siamês” do ex-presidente Alberto Fujimori, no Peru, viu com horror como diretores de meios de intercomunicação vendiam sua linha editorial a golpe de maços de notas de euro. Raúl Diez Canseco, presidente e fundador da Universidade San Ignacio de Loyola.

Para estes ajustes se usa o conceito de estratos sócio-económicos, uma ferramenta que utiliza o governo da Colômbia para identificar os cidadãos de acordo com tuas receitas. Cada município, por isso, definiu áreas geográficas que correspondem a todos os 6 estratos sócio-económicos, que vão do estrato 1 (nanico-pequeno) no estrato 6 (grande). O esquema tarifário logo gera um défice eterno, que requer subsídios (transferências) da porção do governo nacional. 852 milhões anuais). No período 2003-2006 o investimento foi de 0,62% do PIB, um dos mais altos níveis pela América Latina. 42% transferências da Nação pros municípios por intermédio do Sistema Geral de Participações (SGP), estabelecido pela Lei 715. Um direito percentual de esse financiamento é destinado, exclusivamente, à água e ao saneamento.

31% de auto-financiamento a partir de receitas tarifários. De acordo com um estudo do Banco Mundial, as Corporações Autônomas Regionais (CAR) também contribuem com o financiamento de investimentos de água potável e saneamento. As transferências a partir do SGP chegam principalmente para os menores municípios com baixos níveis de renda.

entretanto, muitos municípios utilizam-se as transferências do SGP destinadas ao setor de água e saneamento pra outros fins. Os CAR percebem rendimentos do predial, das corporações de formação de energia elétrica e de taxas ambientais da extração de água e as taxas de remuneração na descarga de águas residuais. O setor privado também possui financiado investimentos em água potável e saneamento essencial.

100 milhões nos anos de 2000, 2002 e 2003 e, por isso, se tornou uma referência de financiamento relevante. Programa de Ajuste do Setor de Água Potável e Saneamento – Fase I (enlace rompido disponível em Internet Archive; veja-se o historial e a última versão).

Eficiência Energética em Empresas de Água Potável e Saneamento Básico (enlace rompido acessível em Internet Archive; olhe-se o historial e a versão final). Corporação Autônoma Regional de Cundinamarca (CAR): o Programa de gestão Ambiental da Bacia do Rio Bogotá (enlace rompido disponível em Internet Archive; visualize-se o historial e a última versão). Empresa de saneamento de Pasto: Estudos de pré-investimento para a Preparação do Programa de Água e Saneamento (enlace rompido acessível em Internet Archive; acesse-se o historial e a última versão). Água Potável e Saneamento para Pasto (enlace rompido acessível em Internet Archive; acesse-se o historial e a última versão).

Água Potável Bucaramanga (enlace rompido acessível em Internet Archive; visualize-se o historial e a versão final). Programa de Saneamento do Rio Medellín (enlace rompido acessível em Internet Archive; visualize-se o historial e a versão final). Programa de Saneamento do Rio Medellín – Segunda Etapa (enlace rompido acessível em Internet Archive; acesse-se o historial e a última versão). Água Potável e Saneamento Pereira (enlace rompido acessível em Internet Archive; veja-se o historial e a versão final).