O Suplício De Messi, A Argentina Não Tem Fim 1

O Suplício De Messi, A Argentina Não Tem Fim

O suplício de Leo Messi com a Argentina não tem fim. Nem os 9 meses em que não se colocou a camisa albiceleste serviram para fazer lousa. Como se o Mundo ainda não tivesse terminado, a Argentina continua sem sentido.

Voltou a perder no amistoso contra a Venezuela. Messi jogou todo o jogo e foram 90 minutos de frustração. Mais uma noite para esquecer. Um conto por além da conta famoso. Nada ou muito insuficiente foi alterado pela albiceleste do Mundo.

O que ocorreu nestes 9 meses é, na realidade, é uma volta lampedusiano contudo invertido. Sim, dessa vez foi tocado algumas teclas a ponto de adquirir uma metamorfose radical, contudo o consequência continua o mesmo: derrota e má imagem. Claramente insuficiente pra uma seleção do peso, o nome e a obrigação da Argentina. Na Rússia, Sampaoli se entregou para os veteranos. E o repercussão foi que eles voltaram para casa nas oitavas de fim.

Agora Lionel Scaloni tomou um relevo geracional e está testando com jovens. Não há maneira. Todos parecem bloqueados, mais maus do que são, quanto vestem a camisa albiceleste. No meio, como fio condutor, é Leo Messi, o pilar a que você deve apegar-se entre as ruínas, o bote salva-vidas de um navio em naufrágio, uma canção para amansar as feras.

Mas acontece que o dez está especializando-se em bater palmas, ceder incentivo e arengar ao invés jogar e se divertir em campo. Enquanto os que comemoram gols e títulos são os rivais. O teto veio-lhe grande para alguns. A Argentina é hoje um micro computador travado por grampos.

Nada a enxergar com a Venezuela, que tem o teu plano muito trabalhado com Rafael a cada ano no banco de reservas, um técnico com as ideias muito claras e naturais aproveitáveis. Nenhum tanto, como josé Salomón Rondón, atacante que marca as diferenças pela Premier com teu físico. O que ele fez ao Mercado ontem, o que lhe rendeu a volta após um passe extenso com a intenção do espanholista Rosales pra controlar pela área e fuzilar Armani. A picardia de Roseiras voltou a ser fundamental no segundo gol da seleção. Puxou veloz uma falta pra John lewis hamilton, que tirou um amplo tiro de rosca improvável para o goleiro do River Plate.

Assim é a existência de Messi com a Argentina. O defesa, que mudaram de banda -o lateral-correto suco na esquerda – com a atividade de frear a 10 acabou sendo um dos verdugos da dupla campeã do universo. Por tua vez, Messi mal conseguia dar 2 passes -entretanto vá passes – a Piti Martínez e Lautaro Martínez mas Faríñez, o goleiro venezuelano, pôde com tudo.

  • Não entendo. Não os acho. Antes eu treinava. Agora me divirto
  • um copo de betabel
  • 7 2010: o Regresso ao número 1 e Golden Slam na Carreira
  • 4 Remoção (2006)

Tão mal você foi a Argentina na primeira cota, que no intervalo neste instante teve que fazer três substituições. Mas os que entraram não foram Dybala ou Benedetto, tipos de contraste, entretanto Kannemann, Matías Suárez e Branco. Tão preocupante foi o primeiro tempo que até mudou de sistema para jogar com quatro defesas. Messi passou definitivamente a jogar de engate, ligado à área de construção. E é que como não tem Argentina um atacante melhor que Leo, também não tem um meia organizador melhor do que ele.

Assim que o crack precisa se multiplicar e em vista disso, inicializando por intervenção de campo respectivo, em um contra-ataque com O Celso e Lautaro, recortou distâncias, o interista. Faltava meia hora, todavia a lei de Murphy está a toda a hora contra a Argentina. E o que ficou não foi o empate a 2, entretanto um pênalti de Foyth Josef Martinez que o artilheiro da MLS não perdoou. A mesma história de a todo o momento.

“por intermédio do Alcazar tornou-se, logo após, um mito pelos franquistas, cujos principais extremos —o episódio dos diálogos de Moscardó e seu filho nas mãos dos asediadores, por exemplo— estão hoje inteiramente desacreditados”. Todavia, alguns historiadores demonstram que assim como teve uma motivação militar. “Parece concluente a definição usual: a comunhão militar e o valor propagandístico de resgatar os cercados em Alcázar certo de erguer o cerco quanto antes.